História_Fernanda_Neon_2.jpg

nossa história

Primeiramente

O que é ser vidreiro?

É uma profissão passada de geração em geração, que preza pelo trabalho manual e pela arte de fazer luminárias moldadas pelo fogo do maçarico. 

Os laboratórios em que os vidros são iluminados normalmente são caseiros e poucas pessoas dominam esse conhecimento por não haver

escolas ou cursos sobre isso. 

Na Oficina, quem é o vidreiro?

Ou melhor... a vidreira?

Fernanda começou a aprender a dobrar vidro aos  anos 14 anos de idade com Florisval Ferreira, ou ''Ferreira'', como era conhecido por seus clientes. Ele veio de São Paulo para Brasília em 1959, para fazer letreiros para a nova Capital.

Ferreira ficou conhecido por seus enormes letreiros, como os neons do antigo Conjunto Nacional, quase todos feitos por ele. Ele dobrou vidro de seus 18 aos 75 anos, quando precisou parar por problemas de saúde.

Fernanda aprendeu tudo o que sabe sobre Laboratórios e Letreiros com Ferreira, seu pai. E faz questão de manter viva  tradição de ter laboratório próprio e dobrar vidro, até os dias de hoje.